Caça&pesca&natureza

Olá!
Bem-vindo ao cães-caca-pesca-natureza , Esperamos que goste do nosso fórum!
Se ainda não faz parte do fórum, clique em "Registrar-se" para conferir os mais diversos assuntos .
Atenção depois de fazer o resisto a primeira coisa a fazer é ler as nossas regras e depois logo em seguida fazer a sua apresentação e depois participar em força
Obrigado a todos são os votos do fórum Cães&Caça&pesca&natureza

Atenção os utilizadores têm 5 dias úteis para se apresentarem se não o fizerem as suas contas bom ser apagadas de imediato

Caça&pesca&natureza


 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  
.Untitled-2.picnikfile_77qB1F.001.vale_do_trevo_banner.customLogo.logocmcc.CABEAL~1

Compartilhe | 
 

 Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Gabriel
Caçador Veterano ;-)
Caçador Veterano ;-)


Número de Mensagens : 329
Idade : 46
Localização : Vale de Santarém
Data de inscrição : 09/12/2008

MensagemAssunto: Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo   Qui Fev 11, 2010 3:30 pm

Exmo(a) Sr(a) Presidente do Clube Português de Canicultura,
Venho expor a V. Exª o seguinte assunto, pois julgo ser pertinente e de todo o interesse para a raça do Podengo Português.
1- Como criador de Podengos Português e caçador tenho verificado que no tamanho médio existem bons podengos, sem LOP, com cor diferente da aprovado no estalão (amarelo ou fulvo).
Aparecem excelentes cães quer morfologicamente quer cinegéticamente com a cor preta e mesmo castanha unicolores ou com pontas brancas.
Pergunto se a atribuição de RI a esses podengos não seria uma mais valia genética para a raça, pois verefica-se que os cães com LOP andam muito próximo, familiarmente, uns dos outros e como sabemos a consanguinidade não acrescenta nada de bom aos nossos podengos.
2 - Cada vez que leio o estalão do Podengo Português nunca percebo o porquê do intervalo de altura entre o podengo pequeno e médio (30 altura máxima para pequeno e 40 altura minima para média) pois este intervalo de 10cm trazia para o campo da canicultura e cinegético excelentes exemplares, que mais uma vez só iriam beneficiar a raça do Podengo Português, evitando assim que os Espanhóis cá venham comprar tudo e mais alguma coisa, para beneficiar os seus, melhor dizendo, os nossos podengos que eles chamam de andaluzes e manetos.
Além disso entre o podengo médio e o grande não existe qualquer intervalo na altura.
Com os melhores cumprimentos,
Carlos Gabriel


Última edição por Gabriel em Sex Fev 12, 2010 8:43 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Marcodatsun
Moderador
Moderador


Número de Mensagens : 2586
Idade : 30
Localização : Figueira da foz
Data de inscrição : 06/03/2008

MensagemAssunto: Re: Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo   Qui Fev 11, 2010 3:36 pm

excelente carta
Os escalões da raça Podengo Portugues impossibilitam que muitos bons exemplares de Podengo Portugues pretos, ou cruzamentos de medio com pequeno sejam aceites para fazer RI.......
Mas aceitam os podengos espanhois onde o podengo maneto para mim não é nada mais que o cruzamento entre um podengo medio e um podengo pequeno....
um caso a rever pelo clube portugues de canicultura


______________________________________________
todos os caes são bons no café!......... e no mato??
Cumprimentos
Marco Marques
Voltar ao Topo Ir em baixo
custodio borges
Caçador Veterano ;-)
Caçador Veterano ;-)


Número de Mensagens : 3271
Idade : 53
Localização : Cartaxo
Data de inscrição : 15/11/2009

MensagemAssunto: Re: Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo   Qui Fev 11, 2010 10:54 pm

Pertinente na minha modesta opinião, temos falado imenso neste assunto nas nossas longas conversas, mas muito proveitosas, porque efectivamente tenho o previlégio de conversar e aprender com o amigo Gabriel quase diariamente.

Agora vamos esperar qual a resposta/despacho que este assunto terá por parte do Clube P de Canicultura

Cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sitiodavinheira.blogspot.com/
zambujal
Caçador Veterano ;-)
Caçador Veterano ;-)


Número de Mensagens : 1639
Idade : 56
Localização : Lisboa, Loures.
Data de inscrição : 27/10/2009

MensagemAssunto: comunicados   Qui Fev 11, 2010 11:01 pm

amigo gabriel a sua carta esta um espectaculo so nao concordo muito consigo quando fala de caes com sangue muito proximo gostava que me explica-se qual o problema eu depois explico-lhe porque discordo de si isto simplesmente para fazermos aqui um pouco de debate porque ja vi que o amigo gabriel percebe muito de caça e especialmente de caes
Voltar ao Topo Ir em baixo
zambujal
Caçador Veterano ;-)
Caçador Veterano ;-)


Número de Mensagens : 1639
Idade : 56
Localização : Lisboa, Loures.
Data de inscrição : 27/10/2009

MensagemAssunto: comunicados   Qui Fev 11, 2010 11:04 pm

nao quero que o amigo gabril me leve a mal por eu discordar de si neste assunto dos sangues dos caes
Voltar ao Topo Ir em baixo
podengos&coelhos
Caçador Veterano ;-)
Caçador Veterano ;-)


Número de Mensagens : 3305
Idade : 41
Localização : Viseu
Data de inscrição : 20/02/2008

MensagemAssunto: Re: Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo   Sex Fev 12, 2010 3:29 pm

Gabriel, antes de mais deixa-me louvar a tua iniciativa e coragem ao fazeres algo que nunca vi ou tive conhecimento que alguém fizesse.

Depois e como bem sabes essa carta vai ao encontro de tudo aquilo que eu defendo nomeadamente no que concerne aos podengos cuja altura está entre o médio e o pequeno e que na minha opinião e, no que respeita a podengos de caça, são o futuro dos podengos no nosso país.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ciclone
Caçador Veterano ;-)
Caçador Veterano ;-)


Número de Mensagens : 909
Idade : 52
Localização : Sesimbra
Data de inscrição : 17/02/2009

MensagemAssunto: Re: Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo   Sex Fev 12, 2010 4:23 pm

podengos&coelhos escreveu:
Gabriel, antes de mais deixa-me louvar a tua iniciativa e coragem ao fazeres algo que nunca vi ou tive conhecimento que alguém fizesse.

Depois e como bem sabes essa carta vai ao encontro de tudo aquilo que eu defendo nomeadamente no que concerne aos podengos cuja altura está entre o médio e o pequeno e que na minha opinião e, no que respeita a podengos de caça, são o
futuro dos podengos no nosso país.
Nem mais amigo Rui,para mim será exactamente esse tamanho entre o médio e o pequeno (que dizem não se enquadrar no estalão da raça),o chamado tamanho ideal,no que respeita à actividade cinegética.
São cães que preenchem com mais facilidade a necessidade do caçador Português.Esse tamanho que existe por todo o País,mas apenas apelidado de rafeiro ou cruzado de Podengo,é sem dúvida o Todo o Terreno dos cães coelheiros.
Será sem dúvida uma pena ,deixarem perder esta oportunidade de se poder juntar o útil ao agradável,e de certeza que muita gente que utiliza este tipo de cães e que até agora ,apenas por não estarem dentro das medidas exigidas,não liga ao LOP.
Mas se fosse permitido ,tenho a certeza que muita gente iria fazer o RI aos seus cães ,e sem dúvida que em pouco tempo o número de cães com registo iria aumentar significativamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
podengos
Administrador
Administrador


Número de Mensagens : 2927
Idade : 39
Localização : Viana do Castelo Gaifar Ponte de Lima
Data de inscrição : 17/02/2008

MensagemAssunto: Re: Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo   Ter Mar 16, 2010 4:16 pm

Gostei bastante do conteúdo da carta sr. Gabriel quando tiver resposta por favor meta aqui para a malta ver ..A respeito a altura isso era uma maravilha que se desse para alterar concordo em tudo com o amigo Ciclone era uma mais valia para o caçador português ,Amigo Gabriel se se fizesse um baixo assinado não seria mais rápido????abraço



Um peixe é demasiado valioso!!!Mas só dentro de água!!!
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Feedbacks [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://caes-caca-pesca-natu.forumeiro.net
sergio magalhaes
Caçador Veterano ;-)
Caçador Veterano ;-)


Número de Mensagens : 2063
Idade : 34
Localização : marco de canaveses
Data de inscrição : 29/07/2009

MensagemAssunto: Re: Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo   Dom Abr 11, 2010 5:55 pm

amigo Gabriel com pouca esperiencia que tenho mas e sou uma pessoa de muita leitura estou tutalmente de acordo com o amigo muitos parabens pelo seu empenho pela raça
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://podengos.portugueses@live.com.pt
luis_barrocas
Caçador Veterano ;-)
Caçador Veterano ;-)


Número de Mensagens : 724
Idade : 41
Localização : Santa Maria da Feira
Data de inscrição : 03/07/2009

MensagemAssunto: Re: Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo   Seg Abr 12, 2010 12:38 pm

Força amigo e parabéns pela carta que mandou para esses senhores e quando receber resposta por favor meta cá no fórum para todos saber se esses senhores são homens de cumprir a palavra..
Voltar ao Topo Ir em baixo
Marcodatsun
Moderador
Moderador


Número de Mensagens : 2586
Idade : 30
Localização : Figueira da foz
Data de inscrição : 06/03/2008

MensagemAssunto: Re: Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo   Seg Abr 12, 2010 1:09 pm

Amigo gabriel já lhe responderam?
Gostava de saber qual o tratamento que deram a está carta


______________________________________________
todos os caes são bons no café!......... e no mato??
Cumprimentos
Marco Marques
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gabriel
Caçador Veterano ;-)
Caçador Veterano ;-)


Número de Mensagens : 329
Idade : 46
Localização : Vale de Santarém
Data de inscrição : 09/12/2008

MensagemAssunto: Re: Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo   Seg Abr 12, 2010 1:52 pm

Marcodatsun escreveu:
Amigo gabriel já lhe responderam?
Gostava de saber qual o tratamento que deram a está carta

Resposta oficial do Clube nada, pois se assim fosse já estaria aqui exposta.

Na exposição das Caldas da Rainha, estive a falar com o Dr. Vitor Veiga e ele abordou-me sobre este assunto, de uma maneira informal e pessoal, pois o clube reencaminhou o mail para ele.

Vou solicitar ao Clube uma resposta ou então pedir ao Dr. V. Veiga.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Marcodatsun
Moderador
Moderador


Número de Mensagens : 2586
Idade : 30
Localização : Figueira da foz
Data de inscrição : 06/03/2008

MensagemAssunto: Re: Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo   Seg Abr 12, 2010 2:06 pm

Gabriel escreveu:
Marcodatsun escreveu:
Amigo gabriel já lhe responderam?
Gostava de saber qual o tratamento que deram a está carta

Resposta oficial do Clube nada, pois se assim fosse já estaria aqui exposta.

Na exposição das Caldas da Rainha, estive a falar com o Dr. Vitor Veiga e ele abordou-me sobre este assunto, de uma maneira informal e pessoal, pois o clube reencaminhou o mail para ele.

Vou solicitar ao Clube uma resposta ou então pedir ao Dr. V. Veiga.

pelo menos para vermos o que dizem eles


______________________________________________
todos os caes são bons no café!......... e no mato??
Cumprimentos
Marco Marques
Voltar ao Topo Ir em baixo
Henriques
Caçador Novato ;-)
Caçador Novato ;-)


Número de Mensagens : 60
Idade : 35
Localização : Alenquer
Data de inscrição : 03/12/2008

MensagemAssunto: Re: Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo   Seg Abr 12, 2010 4:37 pm

Para não variar o sistema Portugês...

Mais uma palmadinha nas costas e nada resolvido...

Parabéns ainda há quem se esforçe...

Boa atitude, parabéns por remar contra a maré...
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Pimenta
Caçador Novato ;-)
Caçador Novato ;-)


Número de Mensagens : 97
Idade : 54
Localização : Vila Nova de Gaia
Data de inscrição : 13/03/2008

MensagemAssunto: Re: Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo   Seg Abr 12, 2010 9:11 pm

Eu noutro forúm tenho tido "um diálogo" com Dr. Vitor Veiga, onde outras questões, estas também foram abordadas. Só que o Senhor "fala, fala", mas quanto às perguntas, vai rodeando o assunto que acaba por não dizer nada.
Quanto ao podengo, vou deixar aqui alguma informação.

Quando do seu reconhecimento internacional pela FCI em 1967, o Podengo Português passou a necessitar de prova de trabalho para ser homologado o título de Campeão Internacional de Beleza.



Contudo, este facto impediu que muitos bons cães fossem impedidos de se sagrar Campeões Internacionais, dada a especificidade da forma como o Podengo caça, em matilha, dificultando a delimitação e implementação de uma prova deste género.



Por proposta do Clube do Podengo Português, em conjunto com o Clube Português de Canicultura e acordo da FCI, eliminaram a obrigatoriedade desta prova, permitindo uma maior internacionalização na Europa.



Embora este facto possa dar a entender um afastamento da funcionalidade do Podengo, os efectivos portugueses não perderam esta característica, pois a quase totalidade dos criadores é também caçador.



Espera-se que no futuro próximo seja possível a implementação de Provas de Trabalho, com as devidas adaptações à especificidade da raça e de acordo com o Regulamento apresentado em baixo.



Desta forma o Podengo poderá manter-se fiel à sua funcionalidade e características naturais, bem como permite aos criadores testarem os cães de forma competitiva, afirmando a sua qualidade venatória.



Regulamento de trabalho para o Podengo Português em vigor no C.P.C.




Artº 1º - Estas provas deverão realizar-se em terreno mais ou menos coberto de mato ou erva, adequado à prova.

Artº 2º - A caça escolhida será a de pêlo, de preferência o coelho, que deverá ser atirada quando for encontrada ou perseguida pelos cães.

Artº 3º - Os cães poderão concorrer isoladamente ou em grupos, constituindo matilhas, segundo a sua forma habitual de caçar.

Artº 4º - Os cães de diferentes proprietários só poderão concorrer em conjunto se estes, os Juizes e os Delegados da S.C. do CPC estiverem de acordo.

Artº 5º - No acto da inscrição os proprietários deverão declarar a forma porque desejam que os seus cães concorram, ao abrigo do que dispõe o artigo 3º.

Artº 6º - As matilhas que forem compostas por mais do que oito concorrentes deverão ser divididas, mas, neste caso, nenhuma matilha poderá ter menos do que quatro exemplares.

Artº 7º - Quando as matilhas forem compostas por mais de quatro exemplares, poderão ser conduzidas, durante a prova por dois condutores.

Artº 8º - Estas provas serão apreciadas pelo menos por dois Juizes, mas os Comissários de Prova nunca poderão ser mais de dois.

Artº 9º - As provas serão constituídas por voltas cuja duração dependerá absolutamente do critério dos Juizes.

Artº 10º - Os Juizes deverão submeter os concorrentes a quantas voltas acharem necessário, mas poderão classificá-los logo ao fim da primeira.

Artº 11º - Os Juizes farão possível para dar idênticas condições de trabalho a todos os concorrentes.

Artº 12º - A entrada dos concorrentes nas voltas será por sorteio, começando pelo exemplar que tiver o número mais baixo.

Artº 13º - As matilhas entrarão na prova depois de ter sido apreciado o trabalho dos cães que concorreram isoladamente e, para este caso, cada matilha contará como se fosse um só concorrente, mas os componentes dela deverão ter, cada um, o seu número de inscrição individual.

Artº 14º - As matilhas serão apreciadas no seu conjunto, independentemente do valor individual dos seus componentes, os quais também serão apreciados, cada um por si, pelo trabalho desempenhado dentro da matilha.

Artº 15º - Os Juizes deverão ter especial atenção pelas diferentes possibilidades de trabalho dos concorrentes, atendendo ao seu tamanho e à sua forma habitual de trabalhar.

Artº 16º - Durante a prova os cães deverão ser conduzidos como se estivessem a caçar, sendo permitido aos condutores chamá-los pela voz ou pelo assobio e incitá-los a entrar nos silvados ou moitas.

Artº 17º O terreno deverá ser convenientemente explorado de maneira a não ficar caça para trás sem que os cães tenham dado mostras de a terem perseguido.

Artº 18º - Quando uma matilha tiver quitador, inscrito com essa designação, a sua apreciação, deverá ser feita atendendo à sua modalidade de trabalho, mas merecerá um menção especial o quitador, que também contribuir para o trabalho da matilha.

Artº 19º - Serão designados atiradores para servir os cães, podendo os condutores levar espingarda descarregada.

Artº 20º - A Comissão Organizadora poderá designar para atiradores, segundo o que dispõe o artigo anterior, os condutores dos cães, mas só no caso de provas de matilhas.

Artº 21º As qualidades primordiais que os Juizes apreciarão são: o olfacto, a velocidade na corrida, a agilidade e a resistência à fadiga, a perseverança na procura e perseguição da caça que for encontrada pelo rasto ou pela vista, o moitear e o virar nas furtas da presa, o poder e certeza da fiada, que deverá ser lançada com rapidez, energia e decisão, sem mostrar receio de qualquer obstáculo.

Artº 22º - Os Juizes tomarão na devida conta aqueles cães que agarrarem um coelho na corrida atendendo à forma como o trabalho foi feito e dificuldades encontradas e ainda aqueles que trouxeram à mão, verificando, neste caso, se o fizeram sem estragar a caça.

Artº 23º - Os Juizes apreciarão ainda a maneira de maticar, quer na perseguição do rasto, quer na perseguição da caça, quando esta se esconder.

Artº 24º No quitador, os Juizes apreciarão o seu alerta constante, a facilidade de deslocação para o ponto onde foi dado o alarme da matilhas, o domínio sobre a matilha, a decisão e rapidez em arrebatar a presa e a forma como trouxer à mão.

Artº 25º - Os defeitos eliminatórios são: falta absoluta de olfacto, não caçar, não perseguir a caça, medo da espingarda ou dos tiros.

Artº 26º - Os Juizes proporão Certificados de Trabalho para aqueles cães que, não podendo ser premiados, não tiverem cometido nenhuma das faltas eliminatórias designadas no artigo anterior.

Artº 27º - Constituirão faltas eliminatórias para os quitadores: não ter domínio sobre a matilha e não trazer à mão.

Artº 28º - Os Juizes proporão Certificados de Trabalho para os quitadores que não tiverem cometido qualquer das faltas designadas no artigo anterior.
Voltar ao Topo Ir em baixo
podengos
Administrador
Administrador


Número de Mensagens : 2927
Idade : 39
Localização : Viana do Castelo Gaifar Ponte de Lima
Data de inscrição : 17/02/2008

MensagemAssunto: Re: Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo   Dom Dez 19, 2010 12:59 pm

Amigo gabriel ja teve resposta a sua carta que enviou o cpc .? copo



Um peixe é demasiado valioso!!!Mas só dentro de água!!!
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Feedbacks [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://caes-caca-pesca-natu.forumeiro.net
matador
Caçador Veterano ;-)
Caçador Veterano ;-)


Número de Mensagens : 1897
Idade : 39
Localização : penafiel
Data de inscrição : 20/06/2011

MensagemAssunto: ola   Qua Ago 03, 2011 3:25 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo   Hoje à(s) 4:27 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Carta enviada ao Clube Portugês de Canicultura sobre estalão do Podengo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Caça&pesca&natureza :: Noticias :: Comunicados-
Ir para: