Caça&pesca&natureza

Olá!
Bem-vindo ao cães-caca-pesca-natureza , Esperamos que goste do nosso fórum!
Se ainda não faz parte do fórum, clique em "Registrar-se" para conferir os mais diversos assuntos .
Atenção depois de fazer o resisto a primeira coisa a fazer é ler as nossas regras e depois logo em seguida fazer a sua apresentação e depois participar em força
Obrigado a todos são os votos do fórum Cães&Caça&pesca&natureza

Atenção os utilizadores têm 5 dias úteis para se apresentarem se não o fizerem as suas contas bom ser apagadas de imediato

Caça&pesca&natureza


 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
.Untitled-2.picnikfile_77qB1F.001.vale_do_trevo_banner.customLogo.logocmcc.CABEAL~1

Compartilhe | 
 

 Diario de caça de André Pinto (e familia)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
andre13
Caçador Aprendiz ;-)
Caçador Aprendiz ;-)
avatar

Número de Mensagens : 214
Idade : 26
Localização : Castedo-Alijo
Data de inscrição : 16/04/2010

MensagemAssunto: Diario de caça de André Pinto (e familia)   Dom Out 14, 2012 7:01 pm

Abertura da caça aos coelehos e perdiz na ZCM Alijo. Bem acordamos com uma chuvada daquelas parecia que o dia nem ia dar para sair de caça, toca a tomar o pequeno almoço e a esperar que melhora-se e melhorou mesmo, sai de caça eram 7: 45 ainda a chuviscar e decidi ir dar uma volteca as perdizes a espera que o tempo abrir-se eram 8:45 tinha abatido 2 perdizes. regressei a casa para trocar de roupa e carregar os caes eram 9:30 tava no mato para começar a caçar aos coelhos, da parte da manha fui so eu e o meu pai foi os caes começarem a dar show num matagal gigante em que nem adienta tentar andar de um lado para o outro, passado um pouco o meu pai atira dois tiros a um coelho que nao morre e acaba por entocar, depois de latirem outro coelho que não lhe posemos os olhos em cima aconte-se o episodio que me fez ganhar o dia o meu cachorro que fazia o seu primeiro dia oficial de caça apanha o coelho sem lhe dar um ar e vem-mo trazer A mão, passados uns 20 mints o meu pai abate ao primeiro tiro um coelho que nos tinha enganado e fugido para um romendo de monte, como tinhamos ficado de vir almoçar a casa resolvemos voltar para a carrinha para ir carregar os caes. de tarde voltaram a carga, depois de umas preceguiçoes a maneira sem vermos nada o meu cao mais velho agarra um coelho desviado uns 5 metros de mim e mais um para a mochila passado 10 mim grande presiguição da boneca que arranca com um coelho bem carregado que o meu pai acaba por matar ainda deu para o meu avo e eu falharmos mais um coelhito cada um paciencia tem que la ficar alguns para a proxima... carregamos os caes fomos colocalos ao canil tratar das feridas e colocar agua fresquinha e comida que bem merecem. De salientar o rex e o couto que estao na primeira epoca fizeram grande abertura que dois canitos que eu vou ter ali...

Boas caçadas a todos e que voz corra todo bem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
andre13
Caçador Aprendiz ;-)
Caçador Aprendiz ;-)
avatar

Número de Mensagens : 214
Idade : 26
Localização : Castedo-Alijo
Data de inscrição : 16/04/2010

MensagemAssunto: Re: Diario de caça de André Pinto (e familia)   Seg Out 22, 2012 6:43 pm

Bem mais um domingo muito bem passado na companhia do meu pai, do meu irmão e do meu avo.
Esta jornada foi dividida entre a ZCM de Alijo e a ZCM Socalcos do Douro matamos 5 mas deixamos fugir o dobro os caes a trabalharem lindamente, nao matei nada, ainda atirei um tiro a um no meio do mato mas a velocidade que ele ia e ao sujo que o mato esta era praticamente impossivel.Uma nota para a boneca que tirou uma raposa de um cano e para o rex que depois de ter levado uma traulitada de um javali não acusou medo e continuou a dar show.

Boas caçadas a todos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
andre13
Caçador Aprendiz ;-)
Caçador Aprendiz ;-)
avatar

Número de Mensagens : 214
Idade : 26
Localização : Castedo-Alijo
Data de inscrição : 16/04/2010

MensagemAssunto: Re: Diario de caça de André Pinto (e familia)   Qua Out 24, 2012 11:10 pm

Como andava aos coelhos não fui a trás delas senão não tinham ficado lá todas.

Mas ainda disse ao meu pai para lá ir, e ele disse que não lhe apeteci-a andar a correr para cima e para baixo e a conta delas ainda se safou um coelho sem levar tiro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
andre13
Caçador Aprendiz ;-)
Caçador Aprendiz ;-)
avatar

Número de Mensagens : 214
Idade : 26
Localização : Castedo-Alijo
Data de inscrição : 16/04/2010

MensagemAssunto: Re: Diario de caça de André Pinto (e familia)   Qui Nov 08, 2012 5:04 pm

Olá carrissimos companheiros da paixão venatoria, tenho andado um pouco aterafado com trabalhos da Universidade por isso a pouca participação nos ultimos dias. Ca vai o relato dos ultimos teres dias de caça em que estive presente.

Dia 28/10/1012
4 armas
2 coelhos
(dia por um lado muito fraco e por outro inesquecível)

Tudo combinado do dia de tras como é de custume para arrancarmos as 6:45 para o local pois tinha alterado a hora chegámos ao local que tinhamos combinado e ja estavam por lá um grupo de caçadores conhecidos toca a soltar os caes e afastarmo-nos um pouco para os caes começarem a trabalhar( desviamo-nos prai 400 ou 500 metros) os caes começaram logo a furar nas silvas e estanteneamente começaram a latir a tras de um coelho, e qual não é o meu espanto que chegam mais tres caçadas, soltam os caes e toca a caçar, salta o coelho que os caes preceguiam e um senhor da outra caçada mata-a-o desse mal o menos, era um mar de gente e de caes, a gente desvia-se mais um pouco e em questao de minutos o meu tio atira a dois coelhos no espaço de 20 metros, os caes a caçar a 50% pois apesar de acharem bastantes coelhos estavam a seguir pouco,(fazia lá falta a minha joia, que tinha parido na segunda feira e resolvi nao a levar), a confusaõ era muita e nos não gostamos nada disso então carregamos os caes e muda-mo-nos para outro local mais calmo, com menos caça mas muito mais tranquilo, entretanto chega a hora de almoçar e toca a tirar o farnel e meter os dentes a trabalhar melhor altura do dia javascript:emoticonp('amigos'). Vão aparecendo uns coelhos e por erros nossos na colocação das armas e da ponteria apenas morre um. Chegam as 16 horas e toca a carregar os caes, chegado a canil prender os caes, tratar de algumas feridas e alimentalos. A minha menina que tinha ficado em casa olha para mim com ar de quem queria dar uma corrida entao coloquei-a na carrinha e leveia a uma silveira em que sabia que andava um orelhudo foi questam de segundos para ela dar com ele sai-me a jeito e tenho que lhe dar com os dois tiros para o segurar que belo lance vai ser dificil de esquecer. Coloco-a de novo na carrinha e volto a casa o meu pai nem queria acreditar em que instante tinha matado aquele coelho tratar dela e do cachorrinho dar.lhe uns miminhos e voltar a casa.


Dia: 1/11/2012
4 armas
2 coelhos

Grande meia manha dos caes porque choveu torrencialmente depois das 10 e tivemos que vir a casa trocar de roupa.
Mal chegamos ao mato foi começar a ouvir os caes fizeram duas preciguiçoes em simultaneo que foi um regalo, o 1º coelho que aparece salta para o meu lado leva com o segundo tiro que ate deixou pelo mas acaba por se meter numas pedras, de seguida o meu avo atira a dois coelhos e nenhum deles fica dia menos bom do velho-te depois um deles passa pelo lado do meu tio que o abate, passado um pouco lá vai um para o lado do meu pai que depois de levar dois tiros foi cobrado pelos caes. Depois veio a chuva e fomos almoçar a casa da parte de tarde fomos para um mato repleto de tojo e silvados daqueles, valeu por ouvir os caes porque só um coelho mostrou a casaca e foi embora desconfio que não saiem-se tambem derivado ao vento, os canitos estavam rebentados no final do dia aquele mato aperta mesmo muito tojo muito forte e silvas que jesus mas eles portaram-se lindamente.

Dia 5/11/2012 (caçada ate as 15:30)
4 armas
4 coelhos

Dia fenumenal por parte dos canitos, entre coelhos atirados e vistos que não levaram tiro foram 14 os caes fartaram-se de perceguir os coelhos e de os por a vista só que alguns por os caes estarem demasiado em cima não poderam ser atirados, outros pela matreirisse, já tão a ficar muito picados parecem balas e as vinhas ainda tem muita folha o que dificulta muito tambem. De salientar que dos quatro tres foram cobrados pelos caes depois de levarem tiro um do meu avo outro do meu pai e outro meu que foi o unico a que consegui atirar, o outo foi apanhado pelo meu Couto cruzado de beagle com podengo a fazer a primeira epoca mas que tá um cão incivel. Mais que satisfeito com os caes os treinos deram bem resultado equipa unida e muito forte, falta melhorar a pontaria javascript:emoticonp('123').

Boas caçadas a todos e cumprimentos André Pinto
Voltar ao Topo Ir em baixo
andre13
Caçador Aprendiz ;-)
Caçador Aprendiz ;-)
avatar

Número de Mensagens : 214
Idade : 26
Localização : Castedo-Alijo
Data de inscrição : 16/04/2010

MensagemAssunto: Re: Diario de caça de André Pinto (e familia)   Seg Nov 12, 2012 11:06 am

Dia 11/11/2012
4 armas: 3 coelhos
Bem mas que bela manha por parte dos cães, a tarde menos boa porque resolvemos ir a outro local mas este estava varrido deve ter dado a doença.
Soltamos os cães e quase instantaneamente o faísca da com um coelho que salta para o lado do meu pai que com um tiro tombou-o e quando o ia apanhar arrastou-se para dentro do mato acabou na boca do faísca e na minha mão.
Subimos um pouco no matagal e começou o show de perseguições dois coelhos ao mesmo tempo um o meu pai falhou-o porque tinha a arma travada e encovou logo de seguida, depois o outro acabou por o mandar a baixo com duas bombas bem conseguidas por entre o mato numa clareira logo seguida de um caminho. Depois veio a aze-lhi-se falhei um coelho daqueles que parecia mesmo que ia para a cinta devia ter levado umas lambadas, depois ainda levou mais três bombas uma do meu tio outras duas do meu avo ai já ia em modo TGV, aquele sacana anda com colete a prova de bala já nos levou 7 tiros. Um pouco mais a frente salta um que já avisei tarde e o meu pai não chegou a tempo e passou para o mato fomos lá acabou por saltar para um caminho e o meu tio matou-o, depois vem a dança do costume os cães apertão os coelhos a gente só os vê relampejar ou longe e acabamos por nem lhe atirar. Ao meio dia como era Dia de Sº. Martinho não podia deixar de ser, foi uma bela feijoada feita pela minha avo e comida la no mato foi lá o meu padrinho leve-la. De tarde só o meu irmão é que viu um depois a receita do costume tratar dos cães olhos patas e estômago.
Com os melhores cumprimentos…
Voltar ao Topo Ir em baixo
andre13
Caçador Aprendiz ;-)
Caçador Aprendiz ;-)
avatar

Número de Mensagens : 214
Idade : 26
Localização : Castedo-Alijo
Data de inscrição : 16/04/2010

MensagemAssunto: Re: Diario de caça de André Pinto (e familia)   Seg Nov 19, 2012 11:50 am

Dia 18/11/2012
Caça aos coelhos

4 armas de manha; 3 de tarde; 2 coelhos mortos.

Combinado do dia anterior o mato a caçar e de manha arrancamos quase em simultâneo para o matão que tínhamos escolhido e que matão. Chegada ao local soltar os cães carregar as armas e começa a caçar (manha assombrosa dos caes) entrei no mato e os cães atiram-se de imediato a um coelho que o perseguem ate o encovarem, já as cadelas do meu avo andavam com outro, e os meus caes ao ir acudir levantam outro começam-no a perseguir e os caes do meu tio levantam outro, parecia uma maluquice os cães a latir por todos os lados foi uma manha para mais tarde relembrar, mato muito, mas muito sujo com muito poucas abertas passa o primeiro pelo meu tio que lhe manda uma fogachada e continua como se nada se passa-se, passado um bocado eu encosto-me a uma parte de tojeira e os caes dão logo com um que começam a perseguir e eu corro para uma abertura e passado um pouco la vem o gajo so tive tempo de lhe mandar um tiro e pensei que tinha ficado fui la ver tudo cheio de pelo mas ele tinha seguido os caes chegam de imediato pegam-lhe e metem-no numas pedras fiquei danado coelho ferido a ficar lá. Passado um pouco o meu pai vê um a escapulir-se por uma abertura do mato faz um tiro mas acaba por se ir embora. Os caes continuam a levantar e a perseguir coelhos, mas sem estes mostrarem a roupa, ate que o meu cão velho começa a trabalhar energicamente numa lenha seca e eu aviso-os que se ia levantar um os caes dão-lhe a sacudidela e arranca e o meu tio mata-o. Mais a frente salta outro aos meus canitos vai para o lado do meu pai e ele limpa-o ao primeiro tiro, de seguida salta outro e o meu pai não pode atirar pela proximidade de uma canita. Hora de almoço uma valente churrascada, que bem que me soube. Da parte de tarde um ainda levou mais dois tiros do meu tio e acabou por encovar desconfio que tenha sido tocado. Regresso a casa e tratar dos guerreiros. (Continuo sem fazer moça este ano por mim estavam bem safos, vale ver o meu trabalho com os caes recompensado).
Com cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
andre13
Caçador Aprendiz ;-)
Caçador Aprendiz ;-)
avatar

Número de Mensagens : 214
Idade : 26
Localização : Castedo-Alijo
Data de inscrição : 16/04/2010

MensagemAssunto: Re: Diario de caça de André Pinto (e familia)   Qua Nov 28, 2012 6:28 pm

Dia 25711/2012
Manha: 1 arma

Dia muito chuvoso como foi previsto na meteorologia, levantei-me eram 8.30 e depois de o meu pai me dar uma data de maluco la vesti a capa de agua e as galochas. Como era o ultimo dia de perdizes resolvi ir buscar a Flecha ( Epanhol Berton) e o Trix ( Setter Ingles) e ir ate as encostas do rio Douro da minha freguesia, terreno muito duro, para quem conhece entre o Tua e o Pinhão, cheguei ao local eram 9.30 comecei a correr os socalcos, uns para cá outros para lá sobe cabeço desce cabeço já por volta das 10.45 sempre debaixo de agua e todo estoirado a Flecha começa a dar fé das perdizes e eu dou conta no trabalhar dela na saída de um mato e inicio de uns patamares de vinha com oliveiras e alguns carrascos, desconfiei logo, o nevoeiro estava a descer o que dificultava um bocado a visibilidade quando passado um pouco elas levantam pelo menos 3 vi fiz um tiro a uma pelo meio de uma oliveira mas não a alcancei tentei ver para onde iam mas o nevoeiro não deixou, desce cabeço a ir traz delas da a volta por traz e nada frustração total depois de uma molha e grande e estafada corrida a procura delas.
Desço um bom bocado e a Flecha faz-me uma paragem nuns carrascos era um rastro muito quente elas já tinham abalado, dirijo-me para a carrinha pois estava a aproximar-se a hora de almoço e tinha ficado de ir almoçar a casa, quando de repente vejo duas a uns bons 150 metros de asas abertas em direção ao rio pareciam dois CAÇAS, apreço-me na esperança que alguma tivesse ficado para traz os caes muito contentes e levantam duas, dois tiros e cai uma redonda que o Trix cobra era um perdigão com quatro esporões dois em cada pata, que galo, fiquei radiem-te dirigi-me para a carrinha todo satisfeito e vim almoçar.
Um aparte estas perdizes são das brava, das verdadeiras vermelhudas sem repovoamentos, é um luta das grandes para se lhe chegar, e que bem que os meus perdigueiros estiveram mesmo com os poucos dias de caça, fiquei orgulhoso.

Tarde: 2 armas
Continuou a chover e o grupo não quis ir molhar as botas, em má hora o fizeram, só consegui convencer o meu pai, levei 10 dos meus canitos com a introdução de uma cachorra com 7 meses pela primeira vez num dia de caça na matilha e que brilharete ela fez a piar em cima dos orelhudos, só com isso já tinha ganho o dia mas os cães quiseram mostrar o quanto afinados andam e foi um espetáculo em duas horas 5 coelhos vistos 4 atirados e 3 mortos dois pelo meu pai, e um por mim, de salientar um coelho que eu atirei por duas vezes na mesma estrada dois tiros de cada vez e o meu pai matou com 1 tiro a 3 vez que tentava atravessar, estava todo molhadinho que coça que os cães lhe deram. Ainda tive tempo de matar um com um tiro e dar mais dois a outro que saiu largo. Depois o meu pai matou outro ao 1º tiro que patrão que o meu velhote está, por ele não passam xD.

Quadro final 3 coelhos e 1 perdigão num dia em que o 80% do pessoal aqui da zona não tirou os cães do canil.
Valeu bem o esforço.
Ver o nosso trabalho correspondido por parte dos cães é do outro Mundo.

Com cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
zambujal
Caçador Veterano ;-)
Caçador Veterano ;-)
avatar

Número de Mensagens : 1639
Idade : 57
Localização : Lisboa, Loures.
Data de inscrição : 27/10/2009

MensagemAssunto: Re: Diario de caça de André Pinto (e familia)   Qua Nov 28, 2012 7:13 pm

amigo andre a sua teimosia em ir caçar foi recompenssada ----e segundo dizes os caes estao muito bons ---parabens --eu no domingo fiquei por casa --com o tempo que por aqui estava ---por isso aplaudo quem foi ----vou sempre todos os dias de manha a noite ---foi o unico dia que falhei----muito bons relatos das caçadas ---assim da gosto ler --
Voltar ao Topo Ir em baixo
andre13
Caçador Aprendiz ;-)
Caçador Aprendiz ;-)
avatar

Número de Mensagens : 214
Idade : 26
Localização : Castedo-Alijo
Data de inscrição : 16/04/2010

MensagemAssunto: Re: Diario de caça de André Pinto (e familia)   Ter Dez 04, 2012 3:29 pm

Bem como para muitos o ultimo fim de semana foi uma jornada dupla, e que dura tanto para mim como para os cães.

4 armas; 3 coelhos

Sábado dia 1

Com a equipa um pouco desfalcada pois o meu cão mais velho, adoeceu ao meio da semana e fim em casa a descansar, não segue mas a levantar coelhos não há como ele, lá fomos nos para o mato duro so silvas e tojos, começamos a jornada e passado um pouco vejo o meu Rex dar uma stikada num debaixo de uma lenha seca com silvas no meio do mato que ao sair esbarrou comigo dou-lhe um tiro à queima roupa acerto-lhe pois deixou pelo mas seguiu caminho ate ao meu tio que lhe manda mais uma bomba bem em cheio mas arrasta-se para as silvas e a minha Piriquita acabe por o cobrar e trazer como uma linda menina que é. Passado uns minutos grande presiguição dos cães e eu estava bem colocado dou um tiro no manata e fica no tiro. Passado um pouco vamos a um canto de tojo muito forte salta um coelho que já nos tinha enganado e o meu pai falha-o com duas bombas. Entre mais uns coelhos levantados e perseguidos dois visto bem longe na frente dos cães um pelo meu avo outro pelo meu tio, vamos a um canto de silvas onde eu desconfia estar um e ele sai para o lado do meu tio mas por estarmos mal colocados acabou por ir embora com dois tiros largos. Depois belo amoço como de costume, da parte de tarde aparecem dois coelhos muito rapidamente ao meu avo mas era um espaço muito curto os cães apertam com um que lhe volta a sair e ele da-lhe um tirão e ele deixa metade do casaco (eu vi ele a atirar o coelho a deixar a roupa e a continuar como se nada fosse), os cães caem-lhe em cima eu corro a um caminho e ele salta a minha canita que ia ao pe de mim atira-se a ele e só lhe pode fazer um tiro já dentro do mato vou ver o tiro e mais pelo os cães perseguem-no e acaba por entocar, fiquei danado por um lado e regalado por outro com aquela grande perseguição. Ao fim da tarde salta um po lado do meu tio que ele mata com dois tiros demos por terminado e viemos embora.
P.S Ouvi milhares de tiros o pessoal dos tordos consolou o dedo.

4 armas; 1 coelho (gesto nobre)

Domingo dia 2
Dia da aselhice: Os caes de manha não acusaram o cansaço do dia anterior salta o mesmo coelhos no mesmo caminho duas vezes leva uma bomba do meu tio outra do meu avo consegue escapar para outra mata os caes no encalço dele conseguem leva-lo ate um merouço onde se mete, passado um pouco vamos ao canto dos tojos onde o meu pai tinha falhado o coelho no dia anterior os caes começam a latir salta na outra ponta o meu tio atira um tio avisa um senhor de outro grupo que não é da nossa zona e ele mata-o ao segundo tiro. Este senhor tem uma atitude muito nobre que nem sempre se verifica e prontamente nos ofereceu o coelho por este ir a ser perseguido pelos nossos cães um bem aja a este SR. CAÇADOR, mais a frente salta um de uma borda para não ferir os cães do lhe atiro um tiro já coberto na entrado do monte inicia-se uma perseguição daquelas e passados uns 15 mint vejo o gajo a uns 80 metros atirei-lhe uma bomba e la ficou. Antes de irmos almoçar mais um falhanço o meu pai depois de eu o avisar que ia direitinho a ele na frente dos cães sai-lhe a preceito e ele tinha a arma travada ainda lhe mandou um tiro. Depois disto fomos almoçar da parte de tarde os caies ainda acharam uns 4/5 coelhitos o meu avo ainda viu um muito longe, demos a cansada por terminada por volta das 3 eu e os cães rebentados.
Uns dias são da caça, outros são dos caçadores no domingo era dia da caça paciencia.
P.S. Há cada vez menos coelhos e os que há já estão muito picados saem longe bichos velhos, também já se nota que andam a trás das coelhas porque alguns abalam logo para os terrenos que conhecem melhor, no próximo fim de semana há mais.
Com os melhores cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
nuno gomes
Caçador Novato ;-)
Caçador Novato ;-)
avatar

Número de Mensagens : 13
Idade : 35
Localização : ponte de lima
Data de inscrição : 07/05/2012

MensagemAssunto: Re: Diario de caça de André Pinto (e familia)   Ter Dez 04, 2012 10:58 pm

boas amigo ande não acha esses 80 metros um pouco exagerado, ****** ****** ****** ****** ****** ****** 123
Voltar ao Topo Ir em baixo
andre13
Caçador Aprendiz ;-)
Caçador Aprendiz ;-)
avatar

Número de Mensagens : 214
Idade : 26
Localização : Castedo-Alijo
Data de inscrição : 16/04/2010

MensagemAssunto: Re: Diario de caça de André Pinto (e familia)   Qua Dez 05, 2012 12:08 am

Não carrissimo forista eu disse 80 metros e penso não ter exagerado pois so atirei um tiro porque o outro era despressor e nem cocegas lhe faria, voce não deve conhecer a minha zona senão apercebia-se da facilidade de ver um coelho a essa distancia a fugir de forma a ludibriar os caes
Voltar ao Topo Ir em baixo
andre13
Caçador Aprendiz ;-)
Caçador Aprendiz ;-)
avatar

Número de Mensagens : 214
Idade : 26
Localização : Castedo-Alijo
Data de inscrição : 16/04/2010

MensagemAssunto: Re: Diario de caça de André Pinto (e familia)   Qua Dez 05, 2012 12:12 am

Quando eu disse " vejo-o a uns 80 metros atirei-lhe uma bomba e la ficou. " quero dizer que ficou lá no silvado não que o tenha morto senão não era apenas um coelho nesse dia tinham sido dois o quadro de caça e não tinha sido batizado do dia da azelhi-se
Voltar ao Topo Ir em baixo
andre13
Caçador Aprendiz ;-)
Caçador Aprendiz ;-)
avatar

Número de Mensagens : 214
Idade : 26
Localização : Castedo-Alijo
Data de inscrição : 16/04/2010

MensagemAssunto: Re: Diario de caça de André Pinto (e familia)   Seg Dez 10, 2012 7:18 pm

Sábado:8/12/12

4 armas;2 coelhos

Bem mais um fim-de-semana duplo no sábado fomos experimentar outro sitio e maldita a hora, para alem da matilha desfalcada um cão que morreu na quinta-feira e outro meio doente cansaço acumulado, muito pouca caça valeu pela grande perseguição que os cães fizeram ao coelho que o meu avo matou, da parte de tarde já de barriga cheia fomos para outro sitio onde ainda não tínhamos caçado este ano, os cães acharam meia dúzia de coelhos o meu tio matou um e o meu pai ainda falhou outro já no final do dia. (Duas zonas bastante fracas, não devemos voltar lá).

Domingo:9/12/12
4 armas: 0 coelhos; 1ªgrade

Já com o meu Faísca meio recuperado na matilha os cães tiveram umas duas primeiras horas brutais num mato de silvado pegado daquela silva forte ribeirinha fartaram-se de latir só o meu tio viu ai um, um bocado para o largo mas ainda lhe fez um tiro, os cães ainda apanharam outro mas largaram-no. Subimos um pouco e os cães acharam outro numa borda o meu tio manda-lhe um tiro e o mau pai maus dois todos eles largos, e o gajo emboraca-se. Mais a frente num silvado grande os caes começam a piar de rastro pegam-lhe a serio e o gajo sai largo mais dois tiros do meu tio e la vai ele logo direitinho as pedras. (os coelhos andam muito picados e vão logo encovar, por outro lado os machos já andam a procura das coelhas e vão para longe). De tarde decidi que já tava farto de experiências e fomos para o meu sítio de eleição não imaginava a tarde que tivemos. Pensava que os cães já estavam cansadíssimos e já pouco podiam fazer e ai que me surpreendo, que tarde de ladras incríveis vimos 5 e atiramos a um não o matando mas valeu pelo que os cães fizeram só ate as 3 e 30 assim vale a pena, vi um dos meus cães novos achar 3 coelhos da parte de tarde.

Só espero não ter mais nenhum desgosto pois na passada quinta-feira morreu o meu cão mais velho, vítima de envenenamento com herbicida após 7 maravilhosos anos a ensinar-me a ser melhor pessoa e melhor caçador, aquele cão que era mais que um amigo para mim, era verdadeiramente parte da minha família, um poço de força que eu fiz questão de visitar e de me despedir (fazendo 50 km) dando-lhe um beijo na cabeça, antes de nos deixar.
Mais que um cão, um líder dentro do mato que me ensinou muito. Lidera a minha matilha no outro mundo meu eterno Jordão.

Com os melhores cumprimentos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
andre13
Caçador Aprendiz ;-)
Caçador Aprendiz ;-)
avatar

Número de Mensagens : 214
Idade : 26
Localização : Castedo-Alijo
Data de inscrição : 16/04/2010

MensagemAssunto: Re: Diario de caça de André Pinto (e familia)   Seg Dez 17, 2012 9:06 pm

Antes de mais queria referir que mais uma das minhas joias me abandonou na passada quinta feira o meu Faisca morreu de um dia para o outro sem sinais de doença foi uma grande perda pois apesar de pequenino tinha umas qualidades enormes na caça e fora delas. Era um grande companheiro daqueles cães que parece que nos entende, so lhe faltava mesmo o falar o que as vezes ele parecia fazer apenas com o seu doce olhar.
Deixou um grande vazio no meu coração para sempre meu pequenino.

Domingo 16/12/2012 só de manha
4 armas, 2 coelhos

Só caçamos de manha devido ao tempo, matamos 2 coelhos mas podiamos ter morto pelo menos 4 ou 5.
Com a minha equipa desfalcada morreram-me dois caes mais que caçados em uma semana lá fomos nós para mais uma jornada num sitio de grandes silvados e tojos todo pegado.
Soltei os cães e dirijo-me para o mato ando uns 40 metros desviado da carrinha e ouço chiar e disse "já agarraram um" e o meu pai "andas a ouvir coisas" e a minha boneca sai do monto com um meio-coelho na boca que me vem trazer aos pés. entramos no matagal e começam as ladras os caes de um lado e do outro e os coelhos não se queriam mostrar ate que um passa em um carreiro mas o meu avo não teve tempo de atirar os caes acabam por o fazer meter em umas tocas.
Mudamos para o lado dos tojos e salta um coelho que vejo numa estrada ao qual não atiro devido a colocação do meu avó ele faz-lhe um tiro e eu corro em direção a uma vinha que ele teria que atravessar para entrar nos silveiroes, o coelho aparece ponho a arma a cara e aparece o meu avo em linha com o coelho so pode mandar um tiro ja quando ele estava dentro do mato e fora da linha do meu avo acaba por passar por outra vinha para umas pedras e fica lá. O meu tio entretanto atira a outro que os meus caes acabam por apanhar depois de algum tempo calados a minha cachorra levantou-o parecia uma louca a latir a tras dele que depois lhe acabou nos dentes mais do principe e piriquita, pertinho de mim fiquei encantado de a ver a latir assim. Andamos mais um pouco depois de uma perceguição a segunda vez que o meu pai o ve faz-lhe um tiro a queima roupa a uns 3 metros se lhe acerta-se desaparecia. Eu subo um bocadinho numa encosta e os caes atiram-se logo a outro o meu avo ainda o viu mas parecia um foguete e ele nem a arma levantou. Ainda deu para vermos mais um o meu irmão neste caso mas como ainda é novo ele so lhe pode atirar com pedras...por volta das 10e30 levantou-se um vento louco e começou a chover resolvemos ir fazer a fogueira a um barracão do meu tio que tava ali perto assar umas febras, umas entremeadas, um entrecosto, umas salsichas frescas, umas alheiras e uns "mouros" genero de morcela trasmontana, e vai de uma de uma bela almoçarada ao ar do lume, acompanhado de um vinho maduro lá de casa pisado ainda a pé. Só comecei a comer depois de ter deitado meio balde de ração aos meus que estavam no caixa de trasporte na carrinha, lhes colocar agua a disposição e verificar se o ninho estava seco.
Eles tambem merecem e bastante porque fartam-se de trabalhar para o dono ver os Orelhudos.
De tarde o tempo não melhorou e fomos para casa tratar dos animais e descansar par domingo estar de baterias carregadas.

Com os melhores cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
andre13
Caçador Aprendiz ;-)
Caçador Aprendiz ;-)
avatar

Número de Mensagens : 214
Idade : 26
Localização : Castedo-Alijo
Data de inscrição : 16/04/2010

MensagemAssunto: Re: Diario de caça de André Pinto (e familia)   Seg Jan 07, 2013 7:42 pm

Olá camaradas, com as ferias de Natal ausentei-me um pouco, mas aqui vão os relatos dos ultimos dias de caça ao coelho
23/12/12

Dia de caça muito bom em que o grupo matou 4 coelhos 2 o meu tio 1 o meu avo e outro apanhado pelos cães, os coelhos diminuiam no terreno mas os cães sempre a caçar muito bem levaram os coelhos as armas, de apontar neste dia eu e o meu pai falhamos um coelho cada um de forma escandalosa.

25/12/12

No dia de Natal fumos dar uma volteca das 8 as 11 o meu tio ainda viu 5 coelhos mas não concegui matar nenhum, o meu pai matou 2 coelhos eu nem pelo vi, manha espetacular dos cães o 1º coelho que morreu foi depois de um gigante persiguição dos caes num mato muito fechado em que depois de muitas voltas o meu pai acabou por um matar num carreiro.

27/12/12

Última quinta feira de caça aos orelhudos como estava de ferias lá fui eu mais o meu tio e o meu avo, o meu velhote foi trabalhar, eram 9 horas ja tinha 2 pendurados o primeiro foi logo ao soltar os caes deram com ele uma boa perciguição eu contava que ele sai-se para uma vinha mas como so vinha uma cadela no rastro saiu para um caminho e parou ao arrancar ficou fulminado no primeiro tiro, o segundo era o gajo que me tinha levado 2 tiros no domingo anterior, desta vez ganhei eu a jogada. Passado um pouco a minha Piriquita agarrou um coelho num silveirão pegado que acabei por recuperar pois o meu Girigoto queria ser ele a trase-lo e eu já sabia que podia acabar mal.

30/12/12

Ultimo dia de caça e que belo dia começamos a caçar na zona do custume os caes pegam num coelho e começa o show que grande persiguição o coelho passa duas vinhas mais uma tira de monte e acaba por se meter num mato grande os caes sempre em cima dele, já no mato grande os caes atiran-se a outro coelho que o meu tio acaba por matar e ser cobrado pela minha Fusca, mas como havia dois ou tres caes que ainda não tinham desistido do 1º coelho lá lhe voltam a pegar ele sai à vinha para fazer o caminho de regresso e o meu avo atira-lhe 2 tiros e mete-se na tira de monte(só silvas) onde os caes o agarram, mal o meu Couto entrega o coelho ao meu pai o Rex atirasse a um caiem-lhe todos em cima sai para o meu lado e mato-o ao 1º tiro ( o coelho mais bonito que matei ate ao dia de hoje, 100 km/h, numa vinha deu prai 10 cambalhotas). Seguimos para um silvado onde sabiamos que andava um fregues, o gajo era sabido tentava enganar os caes nas silvas sem mostrar o casaco foi preciso cair-lhe a matilha em cima para sair para o meu avo e o matar ao 1º tiro (quase o curtou ao meio), dirigi-mo-nos aos carros para uma grande almoçarada eram 2h começamos de novo os caes perseguem um coelho que acaba por se meter sem dar hipotese de tiro, os caes dão com outro que depois de bem perseguido sai para o meu avó e o mata ao 2 tiro, (foi eu que apanhei o coelho apesar de estar prai a 150 metros ainda seguei mas rapido que os cães :), eram 3.15 dirigimo-nos aos carros e demos por encerrado a época de caça.

Balanço final

Em primeiro lugar foi uma otima época porque ninguem se mago-ou, os caes corresponderam da melhor forma os mais velhos não desiludiram pelo contrario, e os que fizeram a primeira época deram excelentes indicações estou mais que satizfeito com o trabalho que fiz com eles na época de defeso, este ano ainda quero apertar mais com eles. Pena os dois cães que perdi na 1ª semana de Dezembro, que grandes animais que eram. Matamos coelhos falhamos coelhos e divertimo-nos muito.

Agora que venham os tordos para dar uns tirecos porreiros.

Um abraço a todos que leram o meu diario e tudo de bom nas lides venatorias é o que vos desejo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Diario de caça de André Pinto (e familia)   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Diario de caça de André Pinto (e familia)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Caça&pesca&natureza :: Estatísticas / Sondagens :: O meu diário 2012&2013-
Ir para: